sábado, 10 de maio de 2008

Obrigada Vanessa


Consumidora assumida de tudo quanto é desporto (até o Curling me prende ao sofá), vibro e sofro, sendo muitas vezes atacada pela ansiedade das grandes provas. Especialmente dos que me são conhecidos e/ou próximos, o que felizmente tem acontecido com maior regularidade ou talvez com mais visibilidade.

A Vanessa Fernandes não faz parte desse grupo, mas a sua simplicidade, humildade, garra e força faz com que me comova sempre que a vejo a competir. Hoje não foi excepção!

A forma como nada, pedala e corre por nós, portugueses, toca-me de forma tal, que me sinto incapaz de pôr em palavras.

Contrariamente ao irmão mais novo da Vanessa, irei estar acordada de madrugada para, deste lado do mundo, estar a torcer por ela... e me "dar cabo do coração", tal como ao Marco.


4 comentários:

" il garfield " disse...

allo nao e das tuas melhoras postas, mas nao deixa de ser verdade o que escreveste de facto a vanessa e uma maquina daquelas com coraçao enorme... paradoxal não
"#&%(/)(?))(/&$$#$"( over and out

light sneeze disse...

Coisa mai "linda" da mãe.

dajaneladomini disse...

A Vanessa dá-me cabo do coração pela forma como defende as cores do seu país, e pela humildade fabulosa que revela na hora da vitória. Quando lhe perguntaram se era uma atleta especial, ela apenas respondeu: "sou uma menina de sorte, por ter nascido na familia que nasci"

Anónimo disse...

E eu vi ao vivo a Super-Vanessa a ganhar o penta. Lindo!
Bjos. LPT