domingo, 26 de outubro de 2008

Domingo difícil

Depois da noite comprida, a aurora...
... a paragem para a bucha. Não nos calhou vinho do Porto, mas tivemos pena. Para a próxima, levamos uma garrafa também.


11km's depois... chegamos à base, com os pés pouco recomendáveis. Desconfio que muito boa gente não tinha só pó e terra desta caminhada.

Seguiu-se a mariscada sem registo de fotos, porque a larica assim o ditou! Mas depois, já com o papo cheio, a descoberta da tarde.

A vista!?



"Aqui nesta praia onde
Não há nenhum vestígio de impureza,
Aqui onde há somente
Ondas tombando ininterruptamente,
Puro espaço e lúcida unidade,
Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade."

Sophia de Mello Breyner Andresen

1 comentário:

Bruno disse...

De vez em quando gosto de dar um saltinho ao teu blog...Aprecio bastante o que escreves, tens jeito para a coisa...:)